Seagri distribui equipamentos a produtores de ostras

Com a finalidade de aumentar a produtividade e a renda, possibilitando a diversificação na cultura de ostras, a Secretaria da Agricultura, Pecuária, Pesca e Aquicultura (Seagri) distribuiu materiais para a confecção de mesas referentes à criação de ostras. A entrega foi realizada nesta terça-feira (27), no estacionamento da Seagri.

Foram disponibilizados canos e telas para confecção de 300 mesas, dividindo-se entre as associações de ostreicultores dos municípios de Passo de Camaragibe, Porto de Pedras, Barra de São Miguel, Barra de Santo Antônio e Roteiro.

A presidente da Associação Rio Mar do município de Passo de Camaragibe, Adenice Santos, contou que os produtores seguem uma escala de vigilância e trabalham de acordo com a maré baixa. Além disso, o aumento de mesas irá ajudá-los a por mais ostras para a comercialização.

Tatiane Vilela, técnica da superintendência de Aquicultura da Seagri, explica que as mesas disponibilizadas pelo Governo de Alagoas vão servir para que os ostreicultores possam fazer a seleção das melhores sementes de ostras e facilitar o manejo como limpeza, controle de densidade, retirada de organismos incrustantes, entre outros.

“Além de facilitar as atividades dos pequenos produtores, os novos equipamentos passam agregar valor no cultivo de ostras”, assegura o chefe de gabinete da Seagri, Wiliams Soares.

Na região Nordeste, a cultura é favorecida pelas condições naturais, infraestrutura, localização estratégica e grande mercado consumidor, tendo um grande diferencial do cultivo de peixes e camarões por não exigir o uso de ração, o que, consequentemente, diminui o custo de produção e não introduz resíduos que alterem características da água.


Agência Alagoas

Descrição do autor

Redação

Ainda não há comentários.

Participe da conversa