Juceal alerta empresários sobre ações da Redesim em Marechal Deodoro

A Junta Comercial do Estado de Alagoas (Juceal) informa aos empresários que os serviços referentes à Rede Nacional para a Simplificação do Registro e da Legalização de Empresas e Negócios (Redesim) em Marechal Deodoro podem apresentar demora na liberação. Isso acontece devido aos problemas ocasionados pelas chuvas ocorridas no final do mês passado, que afetaram também a Secretaria de Infraestrutura da cidade, responsável pela execução dos serviços.

Entre as ações da Redesim de responsabilidade do município estão as análises quanto à pesquisa de viabilidade de endereço – consulta feita antes do registro para saber se determinada atividade pode ser realizada no local – e quanto à solicitação de licenças e alvarás. Os serviços são disponibilizados por meio do Portal Facilita Alagoas, interface do projeto no Estado.

De acordo servidores da secretaria do município, as estruturas dos prédios da pasta assim como os equipamentos sofreram danos e a equipe está tentando recuperar arquivos e estudando realocar todos os serviços para outro local. Apesar dos problemas, a informação é que os serviços da rede possam retornar ainda neste mês.

A Juceal é o órgão responsável pela administração da Redesim no Estado, realizando diariamente monitoramento sobre o prazo de resposta para as Consultas Prévias em cada município alagoano, assim como sobre a utilização do sistema para o licenciamento. E para o gerente da Redesim, Edmundo Lins, a situação no município merece uma atenção maior.

“Os municípios têm prazo de 48h para responder a Consulta Prévia, como é definido em resolução plenária da Juceal. Por outro lado, os problemas que aconteceram em Marechal Deodoro devem ser levados em conta e pedimos a compreensão dos clientes, que eles aguardem um pouco, uma vez que o funcionamento da Redesim no município estava regular e sempre no prazo antes do ocorrido”, ressaltou Edmundo Lins.

Agência Alagoas

Descrição do autor

Redação

Ainda não há comentários.

Participe da conversa