Japoneses trazem tecnologia na produção de sorgo para Alagoas

Os avanços tecnológicos obtidos com o melhoramento genético do sorgo, desenvolvidos pela empresa EarthNote em parceria com universidades japonesas, foram apresentados, nesta quinta-feira, 08, a representantes do setor agropecuário alagoano durante encontro realizado na Faeal.

Na reunião, coordenada pelo vice-presidente da Federação da Agricultura de Alagoas, Edilson Maia, foi discutida a implantação de variedades do grão capazes de se adaptarem as condições climáticas da região do semiárido alagoano.

”São pesquisadores de arroz que nos últimos anos têm desenvolvido uma pesquisa com sorgo, criando produtos de alta qualidade tanto nos segmentos de forragem, sacarino, etanol de primeira e de segunda geração. Este grupo, que está presente em vários continentes, resolveu vir para o Brasil e optou por Alagoas para iniciar um novo trabalho de campo”, afirmou o vice-presidente da Faeal, lembrando que em Alagoas existe apenas a utilização do grão para alimentação animal.

Segundo Roberto Adaniya, gerente da Toyota Tsusho no Brasil e que representa a EarthNote Japan, a empresa detém o dominio da tecnología de hibridização de semente de sorgo, onde é possivel fazer uma variedade específica para cada região. “Neste caso, a semente se adaptaria muito bem ao Brasil. Escolhemos Alagoas pelo histórico que o Estado tem no plantio de cana e produção de açúcar e etanol., declarou.

A EarthNote testará suas primeiras sementes do sorgo em Alagoas em parceria com a usina Caeté. São 1.500 híbidros que poderão ser analisados para saber qual melhor se adapta a região.

“Eles têm todo o sequenciamento genético do sorgo e conta com varios campos experimentais no mundo em áreas semelhantes a Alagoas. O Estado tem toral interesse e fornecerá apoio a este programa. Por isso, vemos a iniciativa com bons olhos por gerar uma melhor qualidade e uma maior quantidade de sorgo no Estado”, frisou Hibernon Cavalcante, superintendente de Desenvolvimento Agrícola da Secretaria de Agricultura, Pecuária, Pesca e Aquicultura de Alagoas.

O encontro contou com a presença também de representantes do Ministério da Agricultura, Embrapa e da Universidade Federal de Alagoas (Ufal).

A EarthNote tem origem no Japão e trabalha com o desenvolvimento de sementes de sorgo com todo o mapeamento genético dos seus produtos.

Seus parceiros e pesquisadores são ligados as universidades do Japão, a exemplo de Tokyo University, Nagoya University, Tokyo University of Agriculture and Technology, entre outras.


Assessoria

Descrição do autor

Redação

Ainda não há comentários.

Participe da conversa