Hortas de plantas medicinais são implantadas no Sertão

Alunos, técnicos e professores do município de São Brás participaram, nesta quarta-feira (7), da implantação da horta comunitária medicinal com o plantio de mudas de diversas espécies. O Programa “FarmáciaViva” é uma parceria da Seagri com a Ufal.

A Escola Municipal José Tavares de Castro foi escolhida para a confecção dos canteiros para o plantio das mudas de 17 espécies de plantas medicinais, e contará com a ajuda de professores, técnicos e alunos na produção das plantas.

Como explica o secretário da Agricultura, Pecuária, Pesca e Aquicultura, Álvaro Vasconcelos, a finalidade da horta comunitária de plantas medicinais é fazer a doação de mudas aos agricultores, escolas, casas de idosos, creches e pessoas interessadas.

“Essa iniciativa da Ufal e do Governo de Alagoas visa incentivar a cultura do uso de plantas medicinais e a implantação de farmácias vivas para chás medicinais na comunidade”, afirma Vasconcelos.

Clemens Fortes, professor do Centro de Ciências Agrárias da Ufal e coordenador do projeto, destaca a parceria com o Governo de Alagoas, por meio da Seagri, uma vez que significa um avanço no projeto, envolvendo as prefeituras do interior.

“A consolidação dessa parceria vai contribuir demais com o sucesso do projeto em Alagoas e conscientizar as pessoas da importância dos medicamentos fitoterápicos”, afirma o professor.

Fernanda Moura, diretora da Escola Municipal José Tavares deCastro, reconhece a iniciativa do Programa e destaca que servirá para conscientizar toda comunidade sobre as plantas medicinais.

“Essa horta comunitária medicinal servirá também para curar as pessoas e ainda para aulas práticas dos alunos nos assuntos dados em sala de aula”, afirma a professora.


Agência Alagoas

Descrição do autor

Redação

Ainda não há comentários.

Participe da conversa