Carmem Lúcia pode ser a próxima presidente do Brasil, diz Renan

O Líder do PMDB no Senado, Renan Calheiros apontou nesta terça-feira um caminho para resolver a crise: o afastamento de Michel Temer, com a “colaboração” do próprio presidente, e a eleição indireta de seu substituto pelo Congresso Nacional.

Considerado um formador de tendências no Congresso Nacional, o senador acredita que o desfecho da crise será rápido e apontou vários nomes que poderiam “cumprir esse papel” em meio à repercussões do FriboiGate.

Renan disse que a presidente do STF (Supremo Tribunal Federal), Cármen Lúcia, “é o grande nome” ao cargo: “Tem cumprido papel de relevância à frente da Corte”, afirmou.

Renan falou nesta 3ª feira (23.mai.2017) à Rádio Gaúcha. Durante a entrevista, o senador também

apresentou outros nomes que podem suceder Temer: o ministro Gilmar Mendes, o ex-ministro Joaquim Barbosa, o presidente do Senado, Eunício Oliveira, o presidente da Câmara Federal, Rodrigo Maia e a senadora Kátia Abreu (PMDB-TO).

Ouça aqui o áudio da entrevista: http://videos.clicrbs.com.br/rs/gaucha/audio/radio-gaucha/2017/05/senador-renan-calheiros/184017/

Descrição do autor

Edivaldo Junior

Edivaldo Junior

Edivaldo Junior é jornalista, colunista da Gazeta de Alagoas e editor do caderno Gazeta Rural

Ainda não há comentários.

Participe da conversa