ACA fez a maior Expoalagoas Genética dos últimos tempos

Com união e uma série de esforços conjuntos dos pecuaristas do estado, a Associação dos Criadores de Alagoas (ACA) faz balanço positivo da 7ª Expoalagoas Genética e classifica a edição como a maior dos últimos tempos. A Expoalaogas Genética, atividade voltada para classe produtiva da Pecuária, aconteceu entre os dias 17 e 21 deste mês, no Parque da Pecuária.

“Foi a maior Expoalagoas Genética dos últimos tempos. Mesmo o setor ameaçado e enfrentando os efeitos negativos da seca, houve uma participação muito forte dos criadores de vários estados do Brasil e eventos de grande porte. Foi o grande ponto de econtro, amparo e disseminação do conhecimento em genética”, definiu o presidente da ACA, Domício Silva, em solenidade de agradecimentos e homenagem, no último domingo,21.

Com uma movimentação de criadores, estudantes e profissionais do agronegócio acima da média, a 7ª Expoalagoas Genética bateu recorde de público e totalizou a participação de 800 animais. Entre as raças equinas, estiveram reunidas cerca 290 animais, distribuídos entre os julgamentos do Campeonato Nordestino do Cavalo Marngalarga, Circuito Alagoano de 3 Tambores – o maior evento da modalidade no semestre com 175 inscrições registradas – além da tropa do Leilão Vaquejada e Trabalho, que arrecadou R$ 866 mil com a venda de 45 lotes.

A Expoalagoas também foi palco da estreia da Megaleite no Nordeste, que trouxe o status de Exposição ranqueada das raças girolando e gir começando a somar pontos para avaliação do animal. Cerca de 120 animais girolando e 110 gir foram avaliados em pista de julgamento. Os bovinos leiteiros também movimentaram o setor de negócios no palco do 2º Leilão Genética de Berço. O remate faturou R$ 486.750,00.

“Alagoas é o quarto produtor de leite do Brasil e dono de um celeiro de genética em avançado potencial e variabilidade. Presumo que foi uma excelente casa para começar a jornada de Megaleite pelo Nordeste. Além disso, foi visto todo trabalho de melhoramento genético e potencial produtivo de vários colegas do Nordeste, o que irá fomentar a produção regional de forma integrada”, avalizou Domicio.

Negócios

De grande porte e com perfil das Exposições realizada em Uberaba, em Minas Gerais, reduto do zebu, a Expoalagoas Genética impressionou o criador mineiro, Onofre Ribeiro. “Fiquei impressionado pelo porte da exposição, diversidade das raças e o grande número de criadores circulando por aqui. Me senti em casa. Isso é maravilhoso. Demonstra a efetividade e obrigação do criador em vir aqui e levar mais conhecimento para as fazendas”, elogiou. Onofre faz parte de uma das mais tradicionais famílias que criam o gir no Brasil, são 80 anos de seleção da raça. Ele também trouxe uma fêmea leiteira para compor os lotes do Leilão Genética de Berço.

A Associação dos Criadores (ACA), além do sucesso de público, também comemora o sucesso de volume de negócios firmados de forma oficial durante a Expoalagoas Genética. O Leilão Vaquejada e Trabalho e Genética de Berço mostraram que o mercado segue aquecido e respondendo positivamente com a soma de seus faturamentos totalizando pouco mais R$ 1,3 milhão. No total, incluindo a premiação de R$ 15 mil oferecidos aos vencedores do Circuito de 3 Tambores, a Exposição movimentou exatos R$ 1.368.000,00.


Assessoria

Descrição do autor

Redação

Ainda não há comentários.

Participe da conversa