JBS fez doações oficiais de R$ 3,9 milhões a políticos de Alagoas

Levantamento feito pelo Blog do Edivaldo Junior na prestação de contas dos candidatos nas eleições de 2014 feito no portal do Tribunal Superior Eleitoral aponta que a JBS dou, “indiretamente”, pelo menos R$ 3,9 milhões a políticos de Alagoas.

O levantamento foi realizado no período em que as doações de empresas eram permitidas pela legislação eleitoral e aponta que as principais lideranças políticas do estado receberam de alguma forma doação da JBS. Entre os beneficiados estão o governador Renan Filho (R$ 1,3 milhão), o senador Benedito de Lira, que foi candidato ao governo e recebeu R$ 1,2 milhão, além dos ministros Maurício Quintella (R$ 450 mil) e Marx Beltrão (R$ 236 mil) – deputados federais afastados.

Os deputados federais Arthur Lira (R$ 500 mil), Ronaldo Lessa (50 mil) e Givaldo Carimbão (R$ 150 mil) também receberam doações.

Os demais deputados federais (JHC, Paulão, Pedro Viela e Cícero Almeida) e o senador Fernando Collor, que disputaram a eleição em 2014, não receberam doações da JBS.

Pela prestação de contas, as doações da JBS foram realizadas através do diretório nacional ou estadual dos partidos (PP, PR e PMBD) ou através da campanha presidencial.

Veja a tabela:

Descrição do autor

Edivaldo Junior

Edivaldo Junior

Edivaldo Junior é jornalista, colunista da Gazeta de Alagoas e editor do caderno Gazeta Rural

Ainda não há comentários.

Participe da conversa