Bolsa afunda 1,67% e dólar bate R$ 3,13 com crise de Trump

O Ibovespa fechou a quarta-feira em queda de 1,67% aos 67.540 pontos. Durante a tarde, o principal índice da Bolsa registrava perdas de 2,13%.

Já o dólar interrompe a sequência de queda dos últimos dias e valorizou 1,23% sendo negociado em 3,13 reais.

O mercado acompanha o cenário externo de olho em Donald Trump, presidente dos Estados Unidos.

A cautela no exterior ganhou força após notícias de que Trump teria pedido ao então diretor do FBI, James Comey, para encerrar investigação sobre as ligações entre o ex-conselheiro de segurança nacional da Casa Branca Michael Flynn e a Rússia.

Diante deste cenário, o receio dos investidores é que o presidente americano não consiga implementar seus planos econômicos e tributários.

Entre as empresas listadas no Ibovespa, apenas a Qualicorp registrava ganhos, de 2%. Já na ponta negativa os destaques são Marfrig, com queda de 4,74% e Embraer, com baixa de 4,62%.

Bolsas nos EUA

Nos Estados Unidos, as bolsas operam em baixa também refletindo a preocupação dos investidores com a turbulência política envolvendo Trump.

Por volta das 16h (horário em Brasília), o Dow Jones caía 1,52%, na casa dos 20.661,14 pontos.

Já o S&P 500 registrava queda de 1,60%, na casa dos 2.364,06 pontos. O Nasdaq também tinha baixa de 1,60%, com 5.601,77 pontos.

Descrição do autor

Redação

Ainda não há comentários.

Participe da conversa