7ª Expoalagoas Genética receberá 2ª etapa do circuito alagoano de 3 tambores

A pista de equitação do Parque da Pecuária receberá em mais uma edição da Expoalagoas Genética uma das etapas do Circuito Alagoano de Três Tambores, no próximo dia 20, durante a Exposição. As provas farão parte da segunda etapa do Circuito e irá premiar os vencedores de 1º a 3º lugar com R$ 10 mil em prêmios, em 10 categorias. A expectativa é a etapa ultrapasse a marca de 200 inscritos.

A iniciativa durante as edições da Expoalagoas Genética tem ajudado a fomentar a prática dos Três Tambores em Alagoas no últimos quatro anos pelo numeroso público presente na Exposição, de acordo com o presidente Associação em Alagoas da National Barrel Horse Association no Brasil, uma associação voltada ao fomento da modalidade de Três Tambores, Moacyr Andrade.

“A cada ano formamos um movimento forte em prol da prática dessa modalidade e um público fiel que vem acompanhar a etapa Maceió durante a Expoalagoas Genética. Hoje temos um mercado interessante que vem se revalando, consumindo equinos e recebendo investimentos em pistas de qualidade técnica”, revela Moacyr. Segundo ele, mais de 10 municípios possuem pistas aptas para as competições.

Com provas de pura adrenalina e emoção, é classificado como campeão das categorias o conjunto, cavaleiro e animal, que cumprem o desafio de contornar o trio de tambores com habilidade, força e agilidade no menor espaço de tampo. Em Alagoas, os praticantes conseguem o feito de concluir a provas entre 17 e 18 segundos.

“É uma média muito importante em meio as provas no Nordeste. Isso é fruto da competência genética dos nossos animais e dedicação aos treinos das equipes que vem buscando atingir a média nacional que gira entorno de 14 a 16 segundos”, justifica. As inscrições seguem até o próximo dia 16 de maio.

Família

É no dia das competições de Três Tambores que o Parque da Pecuária, durante a Expoalagoas Genética, recebe dezenas de famílias e diversos caminhões de criatórios de todo Nordeste. Competidores da Bahia, Sergipe, Pernambuco e Paraíbas confirmaram a participação na edição desse ano.

“Esse apoio e apelo familiar têm contribuído diretamente para o crescimento do nosso esporte. Apesar do clima de total confraternização, a competição acaba sempre revelando jovens talentos a cada edição. Sem contar que podemos observar a técnica, o potencial dos animais e superação de cada categoria”, pontuou Moacyr.

De acordo com Moacyr, nem todos os participantes vão somente me busca de diversão. É o caso dos cavaleiros Aurélio Vila Nova e Chico Alagoas. Ambos estão em fase de preparação para o campeonato Nacional de Três Tambores, em junho, em São Paulo.


Assessoria

Descrição do autor

Redação

Ainda não há comentários.

Participe da conversa