Cícero Almeida nega que vá mudar, pela nona vez, de partido

O deputado federal Cícero Almeida (PMDB) está dormindo mais tranquilo. O processo de cassação de seu mandato por infidelidade partidária, movido pelo PRTB nacional, foi colocado em julgamento, na terça-feira, 02, no TSE.

A relatora, ministra Luciana Lóssio, votou pela manutenção do mandato.

O julgamento, que tende a ser favorável ao parlamentar, foi interrompido por pedido de vistas e será retomada na próxima semana.

Almeida que enfrenta o processo no TSE porque trocou o PRTB pelo PSD e, depois, pelo PMDB avisa que pretende ficar onde está.

O deputado federal nega as informações que circularam na imprensa local de que estaria trocando de partido pela nona vez desde 2000, quando foi eleito vereador de Maceió.

Por enquanto não tenho planos de mudanças. Disseram que eu ia sair, mas eu nunca disse isso a ninguém. Quero registrar que tenho um compromisso com o governador Renan Filho e com o senador Renan Calheiros e estarei com eles em 2018”, aponta.

Alinhado

Trocar de legenda não é e nem nunca foi uma novidade na carreira política de Almeida. Desde que foi eleito vereador de Maceió, em 2000, o deputado já passou por oito legendas – entre as quais PSL, PDT, PTB e PP.

Quanto ao PTN, partido que segundo um site local, seria o seu próximo destino, o deputado admite um alinhamento: “meus amigos estão no comando do partido em Alagoas, mas nem por isso eu decidi mudar para essa ou aquela legenda”, pondera.

Descrição do autor

Edivaldo Junior

Edivaldo Junior

Edivaldo Junior é jornalista, colunista da Gazeta de Alagoas e editor do caderno Gazeta Rural

Ainda não há comentários.

Participe da conversa