Mais de 2 mil contribuintes de AL deixaram de declarar Imposto de Renda 2017

Mais de 2 mil alagoanos deixaram de entregar a Declaração do Imposto de Renda da Pessoa Física (IRPF), exercício 2017. O balanço foi divulgado nesta terça-feira (2) pela Receita Federal.

Segundo a Receita, a meta era receber 225 mil declarações no estado, mas foram entregues apenas 222.860. O número exato de contribuintes que não declararam foi 2.140.

O total de declarações entregues subiu em relação ao ano passado, quando 222.660 contribuintes entregaram à declaração.

Aqueles que perderam o prazo, que se encerrou no último dia 28 de abril, devem acessar o site da Receita e baixar o programa do IRPF 2017. Depois disso, é só preencher as informações necessárias e enviar, mas terão que pagar multa.

O valor é calculado e emitido pelo próprio Programa Gerador da Declaração (PGD), e pode variar de 1% a 20% sobre o imposto devido. Se não houver esse débito, o valor da multa é de R$ 165,74.

A declaração também pode ser feita através de dispositivos móveis, tablets e smartphones, online, pelo portal e-CAC ou mesmo por meio de mídia física, como pen-drive ou disco rígido. Esses últimos devem ser entregues diretamente à Receita.

Declaração retificadora

Os contribuintes que enviaram informações incompletas devem fazer a declaração retificadora para incluir os dados que faltarem.

Esse tipo de declaração também deve ser feita por quem estiver na malha fina, de preferência antes que a Receita faça o procedimento de ofício. Nesse caso, a multa é de até 225% sobre o imposto apurado e não pago.

Restituição

O primeiro lote de rstituição do IRPF começa a ser pago no dia 16 de junho. Os demais lotes serão pagos nos dias 17 de julho, 15 de agosto, 15 de setembro, 16 de outubro, 16 de novembro e 15 de dezembro.

Contribuintes com 60 anos ou mais, ou que apresentem algum tipo de deficiência física ou mental ou moléstia grave, cujas declarações caíram na malha fina, receberão as restituições nos dois primeiros lotes.

As demais serão pagas nos lotes seguintes, levando em consideração a ordem de entrega da declaração. A restituição das declarações retificadas seguirão a data da entrega da documentação com a informação correta.


G1 AL

Descrição do autor

Redação

Ainda não há comentários.

Participe da conversa