Bancários de Alagoas mobilizam população para Greve Geral no dia 28

Diretores do Sindicato percorreram na quarta-feira (19) várias agências bancárias de Maceió, convocando os bancários, clientes e usuários para aderir em massa à Greve Geral do dia 28. A paralisação nacional, convocada pela CUT e demais centrais sindicais, é para forçar o governo a retirar do Congresso as reformas trabalhista e da Previdência, além de revogar a lei da terceirização sem limites, que foi aprovada e sancionada recentemente.

A adesão dos bancários à Greve Geral vem sendo defendida nos locais de trabalho e segue orientação do Comando Nacional dos Bancários. Mas é a base, em assembleias nos estados, que está votando. Em Alagoas, a assembleia será nesta quarta-feira, a partir das 18 horas, na sede do Sindicato.

Nas visitas às agências, os diretores do Seec-AL reforçaram a convocação para a assembleia de hoje, que irá não apenas votar a Greve Geral, mas também organizar a participação da categoria no movimento. A intenção do Sindicato é paralisar todas as agências/unidades, e para isso conta com a voluntariedade dos bancários, tanto na capital quanto no interior do estado.

“O Brasil tem que parar por inteiro, e nós bancários faremos nossa parte”;, disse o presidente do Sindicato, Jairo França, durante pronunciamento nas agências. Para ele, as reformas ‘;nefastas’; do governo só serão derrotadas se todos os trabalhadores forem para as ruas e se engajarem na luta. “;Estas são as reformas dos ricos, onde eles impõem as regras e os pobres vão arcar com os enormes prejuízos. Um governo golpista, sustentado por parlamentares afundados na corrupção, não tem legitimidade para conduzir reformas tão profundas e que vai mexer com a vida de todos os brasileiros”, completa.

A pressão dos trabalhadores e da sociedade civil organizada contra as reformas de Temer, em especial a da Previdência, já forçou o governo e sua base aliada a alterar vários pontos da proposta. Mas as mudanças não são suficientes. É preciso que os projetos sejam retirados e que a discussão seja feita com toda a sociedade, em um governo legítimo.

A reação dos bancários, clientes e usuários à convocação da Greve Geral é altamente positiva. Os diretores do Sindicato foram aplaudidos nas visitas que fizeram às agências, com a população pedindo material de divulgação do movimento (jornal e adesivos). Os diretores aproveitaram para divulgar a programação da Greve Geral no dia 28, que será de paralisação pela manhã e à tarde, seguida de ato público na Praça dos Martírios a partir das 15 horas. Depois está prevista uma caminhada gigante até o centro de Maceió.


Seec-AL

Descrição do autor

Redação

Ainda não há comentários.

Participe da conversa