Cansado da cadeia, Eduardo Cunha ameaça fazer delação e contar tudo

Cansado da vida na prisão, o deputado cassado Eduardo Cunha (PMDB-RJ) ameaça contar segredos de políticos e empresários. A um interlocutor, o ex-presidente da Câmara Federal avisou que pretende fazer acordo de delação premiada e “explodir” o mundo empresarial, a começar pelo setor de carne, que ainda sofre os efeitos da Operação Carne Fraca.

Segundo nota divulgada na coluna Painel da Folha de S. Paulo deste domingo, 9, o recado teria sido enviado pelo ex-deputado a um parlamentar. A defesa de Cunha, no entanto, segue negando esta possibilidade, como faz desde o princípio.

Ainda segundo o texto, há quem acredite que Cunha tentará fechar acordo de delação com a Polícia Federal, e não com os procuradores, assim como fez o marqueteiro do PT Duda Mendonça.

Veja as notas da coluna Painel:

O grito

O último recado enviado pelo ex-deputado Eduardo Cunha (PMDB-RJ) foi tão colérico que fez até seus aliados mais fiéis se afastarem. A um parlamentar, ele avisou que chegou ao limite e ameaçou fazer delação premiada. Disse que tem material para “explodir” o mundo empresarial, a começar por gigantes do setor de carne, já abalados pela Operação Carne Fraca, deflagrada pela PF no último mês. Seus advogados, porém, continuam negando que ele tenha disposição em fazê-lo.

Caminho

Quem acompanha de perto os desdobramentos da Lava Jato acredita que Cunha seguirá o exemplo de Duda Mendonça e tentará fechar acordo de colaboração com a PF, e não com os procuradores. Dizem ainda que ele e o corretor Lúcio Funaro, também preso, jogam juntos.

 

Descrição do autor

Edivaldo Junior

Edivaldo Junior

Edivaldo Junior é jornalista, colunista da Gazeta de Alagoas e editor do caderno Gazeta Rural

Ainda não há comentários.

Participe da conversa