Instituições compartilham boas práticas para fortalecer política de prevenção à violência

Para fortalecer a política de combate à criminalidade, por meio da proximidade com o cidadão e a comunidade, foi realizado, nesta segunda-feira (3), na Universidade Federal de Alagoas (Ufal), o I Seminário de Prevenção à Violência: Compartilhando Boas Práticas.

O encontro é fruto de uma parceria entre a Secretaria de Estado de Prevenção à Violência (Seprev) com a Polícia Militar de Alagoas e reuniu policiais das seis bases comunitárias, conselheiros tutelares, profissionais da rede de ensino, dentre outros atores que atuam na ponta da política de prevenção à violência.

Segundo a chefe de Gabinete da Seprev, Rosemary Silva, que representou a secretária Esvalda Bittencourt no evento, destacou a importância da integração das boas práticas para o fortalecimento da política de prevenção à violência em Alagoas.

“Este momento é importante para desmistificar as atividades de cada órgão envolvido, para que o trabalho integrado flua com maior êxito possível, fortalecendo, assim, a política de prevenção à violência, por meio de ações de proximidade com a comunidade”, destacou Rosemary.

Durante o evento, os participantes foram capacitados nas mais diferentes abordagens, como forma de melhorar o atendimento nos territórios de vulnerabilidade social, com foco nas boas práticas em cultura de paz, convivência e segurança cidadã.

Para o chefe do Núcleo de Gerenciamento de Crises, Direitos Humanos e Polícia Comunitária da PMAL, tenente-coronel Antonio Casado, capacitar os policiais que atuam diretamente com a comunidade é fundamental, mas existe a necessidade do apoio e dedicação de todos. “Devemos pensar que quem vai estar na comunidade é meu pai, minha mãe, meus filhos. Por isso temos que fazer o melhor por eles, o melhor pela comunidade”, enfatizou.

Na ocasião, foram discutidos temas como o Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA) e as atribuições do Conselho Tutelar; a atuação dos Anjos da Paz; Educação e Segurança Pública; Policiamento Comunitário e a importância das visitas comunitárias; Creas e CRAS – Potenciais e atribuições; Resoluções Pacíficas de conflitos na comunidade; dentre outros.

Desta forma, o seminário integra ainda o cronograma do programa de ações de proximidade coordenado pela Seprev e que busca atuar perto da comunidade no que tange a redução da criminalidade e da violência.

A abertura do seminário contou ainda com o presidente do Fórum Estadual dos Conselheiros e ex-conselheiros tutelares, José Edmilson, e do subcomandante do Comando de Policiamento da Capital, tenente-coronel Cícero da Silva.

Agência Alagoas

Descrição do autor

Redação

Ainda não há comentários.

Participe da conversa