Governo do Estado irá construir 14 reservatórios na Bacia Leiteira

Com 85% das obras da primeira etapa da nova Adutora da Bacia Leiteira concluídas, o Governo de Alagoas dará início, nos próximos dias, à etapa seguinte da construção. Serão implantados 14 novos reservatórios, que irão reforçar o abastecimento de água em 19 municípios sertanejos e beneficiar cerca de 240 mil pessoas.

Análise de projeto de infraestrutura hídrica no município de Cacimbinhas
As obras de ampliação e melhoria do sistema adutor terão impacto direto no fornecimento de água tratada para os municípios de Santana do Ipanema, Olho d’Água das Flores, Olivença, Senador Rui Palmeira, Cacimbinhas, Monteirópolis, Jaramataia, Palestina, São José da Tapera, Maravilha, Poço das Trincheiras, Ouro Branco, Dois Riachos, Carneiros, Batalha, Jacaré dos Homens, Pão de Açúcar e Major Isidoro.

Nessa primeira etapa da obra estão sendo executados 103 km de adutora e três estações elevatórias, localizadas em Santana do Ipanema, Poço das Trincheiras e no Povoado Agreste, em Monteirópolis. Já na segunda etapa serão construídos 14 novos reservatórios e estações de tratamento de água para todo o sistema.

No interior, secretária Aparecida Machado visita áreas onde serão implantados os reservatórios
“A segunda etapa das obras já está licitada e contratada. Agora, já estamos nos últimos ajustes, para que possamos assinar a ordem de serviço tão aguardada pela população sertaneja”, destacou Aparecida Machado.

Os 14 reservatórios estarão situados em pontos estratégicos, capazes de atender aos 19 municípios da Bacia Leiteira. “Temos visitado cada um desses municípios, para fazer vistorias técnicas nos terrenos. Em períodos como o atual, de grande seca, nós percebemos ainda mais a importância do investimento em infraestrutura hídrica no interior de Alagoas. Lá na frente, esses municípios terão um novo jeito de conviver com a seca, com muito menos impacto”, ressaltou a secretária.

Municípios menores, como Cacimbinhas, terão reservatórios com mais do que o dobro de capacidade de armazenamento em comparação ao atual – a reserva passará de 75 mil litros para 250 mil litros de água. Em cidades maiores, como Santana do Ipanema e Olho d’Água das Flores, o armazenamento será superior.

“Em Santana, por exemplo, teremos reservatório com capacidade para mais de um milhão de litros de água. Em Olho d’Água das Flores estamos na reta final de um reservatório emergencial, construído em substituição a outro que teve parte de sua estrutura desabada, com capacidade para dois milhões de litros de água. Na cidade, ainda serão construídos um outro reservatório, no mesmo formato, e uma estação de tratamento de água, apta a tratar 3 milhões de litros de água por hora”, explicou Aparecida Machado.

Os novos reservatório serão construídos nos municípios de Santana do Ipanema, Olho d’Água das Flores, Olivença, Senador Rui Palmeira, Cacimbinhas, Monteirópolis, Jaramataia, Palestina, São José da Tapera, Maravilha, Poço das Trincheiras, Ouro Branco e Dois Riachos.

Descrição do autor

Redação

Ainda não há comentários.

Participe da conversa