Produtores de mandioca conseguem lucro de 35% na venda da tonelada da raiz

Apesar da perda na produção de mandioca, devido a falta de chuvas na região Agreste, os produtores alagoanos estão conseguindo obter um lucro de 35% na venda da tonelada da raiz.

De acordo com a Cooperativa Agropecuária de Campo Grande, depois da pesquisa de custo de produção da cultura, realizada pela Embrapa, atualmente para se produzir uma tonelada da raiz é necessário gastar R$ 214,00. Já o preço da tonelada está sendo vendido até R$ 600,00. O resultado, acredita o presidente da Cooperagro, Eloísio Lopes, é animador.

“O que está faltando na produção de mandioca, estamos conseguindo na garantia na margem de lucro. A redução de safra foi muito ruim, mas estamos conseguindo um resultado animador no preço da tonelada da raiz”, explica Lopes.

Segundo o presidente da cooperativa, a safra 2016/2017, que começou mais tarde esse ano, deve se estender até fevereiro do ano que vem. Ele avisa que já foi colhido cerca de 60% da mandioca nesta safra.

“Retardamos a colheita esse ano por conta da chuva. Mas ainda sim tivemos uma perda de quase 40% na produção. Isso só não está representando um declínio de  volume acentuado, em comparação ao que estávamos conseguindo nos outros anos, por conta do aumento de área plantada de mandioca nesta safra”, aponta o presidente.

Para a safra 2017/2018, Eloísio avisa: “aumentamos novamente a área plantada. Os produtores estão muito confiantes com o aumento de preço”, aponta.

Assessoria

Descrição do autor

Redação

Ainda não há comentários.

Participe da conversa