Agência de Defesa Agropecuária interdita 1.155 kg de agrotóxicos em 2016

Dados apontam redução na quantidade de produtos apreendidos em comparação a 2015

Com o total de 288 operações de fiscalização e inspeção realizadas em 2016, o Núcleo de Agrotóxicos e Afins da Adeal encerra o ano com a interdição total de 1.155 kg de produtos que estavam sendo comercializados de forma irregular por estabelecimentos comerciais do Estado. Em 2015, foram interditados 5.584 kg de produtos.

Apesar do aumento do número de fiscalizações em comparação a 2015, quando foram registradas 237 operações, houve uma redução tanto no número de autos de infração e de interdição emitidos em 2016, quanto na quantidade de produtos interditados.

O órgão de defesa informou ainda que, no decorrer deste ano, foram feitos 73 termos de notificação, dez autos de infração e 13 autos de interdição, enquanto em 2015 foram 37 autos de infração e 62 autos de interdição. Não houve termos de notificação.

De acordo com o chefe do Núcleo de Agrotóxicos, Paulo Melo, houve uma significativa melhoria nas instalações físicas dos estabelecimentos comerciais, proporcionando mais segurança aos funcionários em clientes.

“Este resultado positivo é fruto das ações realizadas pela equipe técnica da Adeal em todo o Estado, promovendo a conscientização dos responsáveis pela venda dos agrotóxicos”, declarou Melo, lembrando que ainda foram realizadas ações de recebimento de embalagens vazias nos municípios de Igreja Nova, Porto Real do Colégio, Penedo e Coruripe.


Ascom Adeal

Descrição do autor

Redação

Ainda não há comentários.

Participe da conversa