Temer, o governo BBB: toda segunda tem paredão

Que me desculpem o trocadilho, que aliás não é meu. Um amigo ligou de Brasília e foi logo disparando: “o governo provisório tá igual ao Big Brother Brasil. Toda segunda-feira tem paredão”.

A aposta agora é saber quem será o próximo: “na fila está o Henrique Alves e o Maurício Quintella”, cutuca o amigo.

Renan Calheiros, o alvo da PGR

Pela segunda segunda-feira seguida um ministro do governo provisório cai, alvo de grampos liberados seletivamente pela PGR.

O movimento foi o mesmo.  Depois da divulgação dos áudios, vem a negativa, a permanência no cargo e, em seguida, a demissão. Se

O alvo também parece ser o mesmo: o presidente do Senado. As demissões de ministros, de uma forma ou de outra ligados ao senador alagoano, envolvem áudios gravados por Sérgio Machado, que era protegido da cúpula do PMDB.

Renan Calheiros, ponto de equilíbrio em Brasília, com apoio aliados e até de adversários, resiste. Sabe-se lá até quando.

Repercussão

A demissão de Fabiano Silveira ganhou repercussão em toda a mídia nacional. A seguir, link de reportagem do Brasil 247:

http://www.brasil247.com/pt/247/poder/235226/Cai-Fabiano-Silveira-a-segunda-baixa-de-Temer-em-17-dias-de-governo.htm

EJ

Descrição do autor

Redação

Ainda não há comentários.

Participe da conversa