Novas indústrias diversificam economia alagoana em 2015

Apesar de 2015 não ter sido um bom ano em se tratando de economia, o Governo de Alagoas não mediu esforços para amenizar os reflexos negativos da famigerada crise.
Trabalhando na atração de novas empresas a serem instaladas no Estado, através de incentivos fiscais, o governo termina o ano com um saldo de quatro novas indústrias já em funcionamento e 21 em fase de instalação.

Esses dados são da Secretaria de Desenvolvimento Econômico e Turismo (Sedetur), que aguarda, na pessoa da secretária Jeanine Pires, a vinda de mais 39 indústrias e empresas em 2016.

As que já estão em fase de instalação são do setor químico e plástico e do setor de móveis, de acordo com a secretária. Existem também empreendimentos do setor hoteleiro, muito importante para o desenvolvimento de Alagoas. São dez hotéis em construção em Maceió e mais nove em prospecção.

Com relação aos incentivos, a provável reformulação do Programa de Desenvolvimento Integrado do Estado (Prodesin) promete atrair ainda mais empresas. O projeto de Lei que garante a reformulação aguarda votação na Assembleia Legislativa Estadual.

“A nossa nova lei de incentivo vai garantir a segurança jurídica, que já existe, e vai simplificar o processo de incentivos e trazer ainda mais incentivos. As empresas podem ter desconto de até 92% do ICMS, por exemplo. Ela vai trazer mais competitividade para o Estado, principalmente no cenário do Nordeste, que é com quem a gente mais disputa”, ponderou a secretária Jeanine Pires.

_

Agência Alagoas

Descrição do autor

Redação

Ainda não há comentários.

Participe da conversa