Presidente da Faeal reforça confiança em usinas no pagamento das pendências com fornecedores

O presidente da Federação da Agricultura e Pecuária no Estado de Alagoas (Faeal), Álvaro Almeida, participou da solenidade onde os empresários do setor sucroenergético alagoano se comprometeram em pagar os débitos existentes com os fornecedores de cana. A quitação das pendências será feita com recursos oriundos do empréstimo internacional que será contraído pelas unidades industriais e que recebeu aval do governo federal por meio da Medida Provisória 701.

A solenidade foi realizada na última terça-feira, 22, no Palácio República dos Palmares, contando com a presença do governador de Alagoas, Renan Filho, além de secretários de Estado, fornecedores de cana e demais lideranças do setor agropecuário alagoano, a exemplo do presidente do Sindaçúcar-AL, Pedro Robério Nogueira, e da Asplana, Edgar Filho.

Na oportunidade, Álvaro Almeida lembrou que, durante a visita da presidente Dilma Rousseff a Alagoas, em novembro passado, foi entregue um documento relatando as dificuldades do setor agropecuário. “Nele, estava contido um item que tratava da necessidade do aval do governo para que os empresários do setor canavieiro pudessem conseguir este empréstimo internacional com o objetivo de poder normalizar as finanças do setor”, afirmou.

O presidente da Faeal destacou a união de forças de representantes do setor sucroenergético, a exemplo do empresário Fernando Farias, e do poder público comoo senador Renan Calheiros e o governador Renan Filho em defesa da cultura da cana em Alagoas.

“Em nome dos fornecedores do nosso Estado, meu muito obrigado”, declarou Almeida, afirmando que jamais teve dúvida do empresariado alagoano. “Por isso, tenho a certeza que os compromissos aqui assumidos, serão honrados”, finalizou.

_

Assessoria

Descrição do autor

Redação

Ainda não há comentários.

Participe da conversa