Correios abandonam papel e processos internos passarão a ser digitais

Os Correios deram início ao processo de informatização dos processos administrativos da empresa. O acordo de adesão ao Sistema Eletrônico de Informações (SEI) foi assinado na terça-feira (22) com o Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão.

A adesão ao sistema vai dar mais agilidade às análises dos processos que tramitam internamente, beneficiando cidadãos, clientes e os próprios empregados. Com a mudança, os processos poderão ser analisados diretamente no computador, tablet ou celular, por mais de uma área simultaneamente

“Já temos na Administração Pública Federal (APF) 18 órgãos utilizando efetivamente o SEI, e agora, esta parceria com os Correios, uma empresa com cerca de 120 mil funcionários e grande capilaridade no Brasil, nos ajudará na expansão desta ferramenta”, disse o secretário de Tecnologia da Informação do MP, Cristiano Heckert.

O projeto piloto será implantado no Serviço de Informação ao Cidadão, Recebimento e Tratamento de Denúncias, Processo de Contratação, Processo de Acompanhamento de Demandas de Órgãos de Fiscalização e Controle.

O presidente dos Correios, Giovanni Correa Queiroz, destacou o fato de a estatal ter sido destacada para abrir esta nova porta da modernização dos processos entre as empresas públicas governamentais. “Esse sistema que aprimora os serviços, já é uma vitória para a administração direta, pois facilita, economiza, dá uma nova dinâmica”, disse.

O Ministério das Comunicações, órgão supervisor dos Correios, implantou o SEI em sua estrutura administrativa em abril de 2014 e foi o primeiro a tornar 100% dos seus processos administrativos eletrônicos. Agora, no ministério, a duração de um processo que antes levava 32 horas passou para 7 horas. A economia por ano com papel e impressoras é de R$ 380 mil.

No governo federal, aproximadamente 120 órgãos já estão envolvidos com o sistema e, destes, 16 entidades já estão utilizando plenamente o sistema e outras 34 estão em processo de implantação.

Sistema Eletrônico

Desenvolvido em software 100% livre, pelo Tribunal Regional Federal (TRF) da 4ª região (RS/SC/PR), o SEI foi adotado pelo Ministério do Planejamento como sistema padrão do Processo Eletrônico Nacional, que vai permitir a interligação e tramitação eletrônica de documentos e processos entre os órgãos e entidades da Administração Pública Federal.

Portal Brasil

Descrição do autor

Redação

Ainda não há comentários.

Participe da conversa