Renan Calheiros vai atuar nos bastidores durante eleições em AL

Renan Calheiros faz política com um pé em Brasília e outro em Alagoas. Hoje está mais lá do que cá. E talvez por isso tenha desistido do projeto de ser governador do estado.

Considerado um grande articulador político, tanto no cenário local, quanto nacional, o presidente do Senado será – pela força do cargo e por sua influência – um alvo nas eleições deste ano, embora não dispute nenhum mandato.

E que ninguém imagine que seus “inimigos” queiram bater nele apenas para atingir Renan Filho, candidato do PMDB ao governo de alagoas.

Renan será alvo, assim como em outras campanhas, por sua capacidade de atuação nos bastidores, na coordenação de campanha e principalmente na “engenharia” política que faz para eleger candidatos proporcionais e majoritários.

Mas nas eleições deste ano a atuação de Renan Calheiros será mais efetiva nos bastidores. Foi assim em 2010, quando decidiu apoiar Ronaldo Lessa para o governo e tem sido assim na campanha de reeleição da presidente Dilma Rousseff.

Este ano, o senador tem articulado candidaturas em vários Estados e não só Alagoas. É o caso do Pará, Amazonas, Paraíba, Ceará e Rondônia. Renan Calheiros também ajudou a sacramentar a aliança nacional do PMDB com o PT.

Que ninguém espere, portanto, ver o senador de “papagaio de pirata” nas eleições deste ano em Alagoas. Pragmático Renan Calheiros já avisou que será discreto no palanque e no guia eleitoral – até porque não é ele o candidato.

Mas sua assessoria avisa que as “pancadas” terão resposta a altura.

Descrição do autor

Tatiane Gomes

Ainda não há comentários.

Participe da conversa