Roubo a bancos: Polícia Civil reforça investigações

A Polícia Civil de Alagoas reforça as investigações em relação a roubos a bancos e outros crimes ocorridos no Estado. Por meio de uma portaria publicada na sexta-feira (11), no Diário Oficial, uma comissão de delegados foi designada para apurar os assaltos a agências bancárias e outras modalidades criminosas.

A comissão é formada pelos delegados Nilson Alcântara (diretor de Polícia Judiciária da Área 2), Ana Luiza Nogueira (diretora Judiciária da Área 1), e Rodrigo Rocha Cavalcante (delegado regional de Delmiro Gouveia).

Conforme a portaria, assinada pelo delegado-geral da Polícia Civil, Carlos Reis, a designação da comissão foi necessária “considerando que as modalidades dos delitos de roubo de cargas, explosões a caixas eletrônicos e roubos a veículos automotores são típicas de grupos e organizações criminosas, as quais ostentam e fazem uso de ‘modus operandi’ diversificado, portanto, merecedores de tratamento especializado no que concerne à persecução criminal diuturnamente”.

Desde a semana passada, a Polícia Civil – através da Seção Especial de Roubo a Banco (Serb) – órgão da Diretoria de Recursos Especiais (DRE), vem trabalhando para desarticular quadrilha especializada no roubo a bancos que atua em Alagoas.

Os dois primeiros integrantes do grupo foram presos em Arapiraca. Wagner Gomes da Silva, 24 anos, e Evandro de Paulo Lima Silva, 29, foram detidos em dois bairros da cidade, com armas e munições.

Em seguida, as investigações da Serb chegaram a José Cláudio Félix dos Santos, 38 anos; João José da Costa, 55; Claudemir Rodrigues da Silva, 24; Antônio Carlos Nemésio Ventura da Silva, 23, e ao cabo PM Josemir Batista da Silva, de 38 anos, também acusados de envolvimento com a quadrilha.
O mais recente integrante da quadrilha preso foi Wilson Morais da Silva, 33 anos, localizado no Sítio Lagoa Torta, zona rural do município de Craíbas, após ter sua prisão decretada pelos juízes da 17ª Vara Criminal da Capital.

Na casa do acusado, em Arapiraca, os policiais civis encontraram R$ 14.300,00, em espécie, e dois cheques nos valores de R$ 3.500,00 e R$ 3.000,00 (produto dos roubos), e uma alavanca de ferro supostamente utilizada para abrir caixas eletrônicos, durante as ações da quadrilha. Também foram apreendidos dois aparelhos celulares.

Com a designação da comissão, presidida pelo delegado Nilson Alcântara, a Polícia Civil pretende reforçar e acelerar as investigações que visam desmantelar as quadrilhas que vêm atuando no roubo de cargas, a veículos automotores e a bancos em Alagoas.

O trabalho da comissão não trará nenhum prejuízo ao desenvolvimento dos demais setores da Polícia Civil que atuam no combate dessas práticas delitivas.

Agência Alagoas

Descrição do autor

Bccom Comunicação

Ainda não há comentários.

Participe da conversa