Vigilância Sanitária de Maceió alerta sobre compra de pescado

Observar as condições de higiene dos pescados, manipuladores e dos locais de venda pode ajudar a garantir refeições saudáveis durante a Semana Santa. Essa é a orientação da Vigilância Sanitária de Maceió (Visa) durante as fiscalizações realizadas nas balanças de pescado do Jaraguá, Pajuçara, Ponta Verde e Jatiúca, além dos mercados públicos da Produção, Tabuleiro do Martins e Jacintinho.

“Estamos realizando inspeções desde o início do mês, alertando os comerciantes e a população sobre a forma correta de exposição dos pescados à venda. Encontramos algumas desconformidades na infraestrutura das balanças e concedemos prazo para adequações”, afirmou Elizete Cavalcante, coordenadora da Inspetoria de Alimentos da Visa.

O órgão solicitou pequenas reformas como pintura em paredes e teto, além de aquisição de freezers para o armazenamento dos pescados. A higienização dos locais de venda e o uso de fardamentos pelos comerciantes foram outros itens exigidos. Na próxima semana, haverá equipes de fiscais nos pontos de vendas durante todo o dia.

Cuidados
Para ajudar a população na aquisição do pescado seguro para o consumo, Jadna Moreira, nutricionista da Vigilância Sanitária, elencou o que deve ser observado.

“O pescado deve estar totalmente congelado ou fresco, acondicionado em gelo. Nos peixes, devemos prestar atenção se as escamas estão brilhantes e bem aderentes à pele, as guelras têm que ser róseas ou vermelhas e com a carne firme. No camarão, o aspecto geral precisa ser brilhante e carapaça bem aderente ao corpo”, citou, acrescentando que para os mariscos, os consumidores precisam atentar para a coloração e evitar adquirir aqueles com corante amarelo.

 

Assessoria

Descrição do autor

Redação

Ainda não há comentários.

Participe da conversa