Trinta e três mil unidades habitacionais já utilizam gás natural em Alagoas

Distribuído para residências de Maceió desde 2001, o gás natural já se consolidou no mercado imobiliário alagoano. Atualmente, a ALGÁS atende a 23 bairros da capital, que totalizam a marca de 33 mil unidades habitacionais (UH) interligadas.
O número de UH com gás natural tem crescido a partir da exigência daqueles que estão à procura de um novo imóvel e que buscam segurança e conforto para sua residência.
Nos novos empreendimentos, o gás canalizado está presente desde seu projeto. Contudo, não são apenas as novas construções que podem ser beneficiadas. Os prédios mais antigos também podem ser modernizados através da conversão e interligação à rede de distribuição da ALGÁS.
Ao deixar de utilizar botijões e começar a usufruir do gás natural por meio da interligação à rede canalizada, a construção passa a atender as exigências do mercado no que diz respeito principalmente à segurança, mas, além disso, os proprietários ainda são favorecidos com a modernização e a consequente valorização de seu imóvel.
Uma das características do gás natural é a sua versatilidade, que propicia a utilização do energético tanto para cocção (forno, fogão e churrasqueiras) e aquecimento de água (em chuveiros e torneiras), como também para os usos mais inovadores como a geração de energia elétrica a gás natural.
Atendimento ao cliente
Com o objetivo de receber o cliente com mais comodidade e proporcionar às pessoas a experiência do uso do gás natural, a ALGÁS inaugurou em 2013 sua primeira loja-conceito. O espaço, que é denominado ALGÁS Conforto, está localizado no bairro da Jatiúca, na Galeria Passeio Stella Maris, e mescla a estação de atendimento a um showroom de equipamentos funcionando a gás natural.
O espaço está aberto de segunda a sexta-feira, das 8h às 20h, exceto feriados, excedendo o horário comercial para possibilitar, diariamente, o atendimento a um maior número de pessoas.

Assessoria

Descrição do autor

Bccom Comunicação

Ainda não há comentários.

Participe da conversa