Rio Largo recebe novo telecentro do Governo de Alagoas

É fato que as novas gerações são introduzidas às novas tecnologias cada vez mais cedo, parece até que já nasceram sabendo manusear um smartphone ou um tablet. Mesmo ainda sendo motivo de preocupação pelos pais, cada vez mais é entendida a necessidade de ampliar esse acesso, já que vivemos em um mundo cada vez mais conectado. Essa realidade, porém, ainda é distante para as crianças que não possuem condições financeiras de dispor de um equipamento de informática, ficando, assim, de fora desse novo processo de compartilhamento do saber e de recreação.

O projeto Digitalagoas, coordenado pelo Instituto de Tecnologia em Informática e Informação do Estado de Alagoas (Itec), tem como objetivo ampliar cada vez mais o acesso para crianças e adolescentes que, talvez sem essa iniciativa, não viriam a ser alfabetizadas digitalmente. Rio Largo, na terça-feira (17), recebeu um novo telecentro, sendo esta a 40ª unidade já instalada em todo o Estado, desde o início do Digitalagoas. O Movimento pela Integração Social, Profissional e Acadêmica (Mispa), que obteve o telecentro em parceria com o Itec, é quem ficará responsável por desenvolver as atividades educativas e lúdicas junto aos pequenos.

O Mispa possui um convênio com a Secretaria de Estado da Cultura (Secult) e o Ministério da Cultura (MinC) e realiza atividades de incentivo à leitura por meio das artes e do artesanato. Essa ação está sendo introduzida no Lar Evangélico Masculino Pastor Boyd O’Neal, em Rio Largo, que por sua vez é o espaço que brigará o telecentro.

A entidade conta com 15 meninos, entre 4 e 18 anos, e realiza outros projetos em prol destes, como aulas de capoeira e outras atividades de esporte e lazer (futebol e natação). O Lar recebe apoio de faculdades da capital, que desenvolvem projetos de extensão no espaço, como as de Nutrição, Psicologia e Serviço Social. Sendo que muitas dessas atividades não se restringem apenas aos garotos que lá vivem, mas também para toda a comunidade circunvizinha.

A entrega do telecentro

O Lar Pastor Boyd O’Neal esteve com suas portas abertas no dia 17 para receber a comunidade e convidados. Os meninos brincavam no pátio da entidade e estavam animados, quando às 10h aconteceu a cerimônia de entrega do telecentro, que contou com o pastor Jadiel Brandão de Almeida Junior, responsável pelo Lar; a superintendente de Formação e Difusão Cultural da Secult, Catarina de Labouré; o coordenador de atividades culturais do Mispa, Eduardo Vasconcellos; e o coordenador do Digitalagoas, representando o Itec, Robson Paffer.

Para o pastor Jadiel, o telecentro surge como uma opção de novas possibilidades. “Espero que o projeto alcance mais crianças da comunidade, pois o objetivo dele aqui será de tirá-los da ociosidade. O uso das máquinas devem ir além de um brinquedo e devemos ter respeito pelo investimento do Governo”, ressaltou.

Já a representante da Secult, Catarina de Labouré, reforçou que “não existe nenhuma ação do Governo que dê certo sem que haja uma integração com entidades e a sociedade”, e provocou os pequenos dizendo-lhes que podem sempre cobrar por mais atividades quando acharem que não estão sendo realizadas o suficiente.

O coordenador do Digitalagoas, Robson Paffer, lembrou que o Itec realiza outros projetos de inclusão digital, não só nesse formato do projeto que foi implementado em Rio Largo, mas também outros que, junto às comunidades, estimulam a educação digital de jovens e adultos e o fortalecimento de pequenos negócios, como as lan houses.

As entidades

O Mispa possui sede no bairro da Gruta, em Maceió, e conta com uma biblioteca, um telecentro, uma sala de música sendo finalizada e, após ganharem a concessão, implantarão uma rádio comunitária e, dentro dessa perspectiva, já realizam oficinas de radialismo comunitário no Lar. Para conhecer mais e ajudar o Mispa, a Organização Não Governamental (ONG) possui uma página no Facebook (facebook.com/mispa2002) e um site (mispacultural.wordpress.com).

O Lar Evangélico Masculino Pastor Boyd O’Neal fica no bairro Pref. Antônio Lins de Souza, em Rio Largo, e recebe meninos encaminhados pelo Juizado da Infância e Juventude do Estado, em casos de abandono, maus tratos e violência. Quando ainda possuem algum tipo de vínculo afetivo e familiar, o Lar trabalha na preservação desses laços. A entidade está aberta a doações e prestações de serviços como alimentos, materiais e equipamentos educativos, roupas e calçados, brinquedos e necessita também de doações pontuais, como eletrodomésticos e utensílios de cozinha e uma máquina de lavar roupa. O Lar também está no Facebook (facebook.com.br/larboydoneal); possui duas contas correntes, uma no Banco do Brasil (32136-2, agência 3057-0), e no Banco Itaú (11773-8, agência 7493).
Assessoria

Descrição do autor

Bccom Comunicação

Ainda não há comentários.

Participe da conversa