Gestores discutem matriz de referência para Educação de Jovens e Adultos

Gestores discutem matriz de referência para Educação de Jovens e Adultos

Gestores da Secretaria de Estado da Educação e do Esporte (SEE) e representantes das Coordenadorias Regionais de Educação (CREs) se reuniram nesta sexta-feira (27), no auditório do Centro de Formação Ib Gatto Falcão (Cenfor), no Centro Educacional de Pesquisa Aplicada (Cepa), para discutir a elaboração da matriz de referência para uma nova configuração de exames de seleção na Educação de Jovens e Adultos (EJA).

Na ocasião, os profissionais da Educação do Estado debateram as possibilidades e estratégias para garantir maior celeridade nos processos de certificação na modalidade. A intenção é que o processo de seleção para EJA conte com um banco de itens disponível para os exames gerais e requerimentos de certificados em qualquer época do ano.

“A seleção atual para a modalidade acontece por meio de provas. O banco de itens é um banco de questões desses exames, que funcionará com ampla dinamização e constante atualização. Para a construção desse banco é necessária a elaboração de uma matriz curricular, primeira ação a ser discutida e realizada”, explicou a técnica da Gerência de Educação de Jovens e Adultos da SEE, Aurineide Porsídio.

Banco de dados

Segundo a superintendente de Políticas Educacionais da SEE, Maria Valéria de Barros Lima, o processo de seleção por meio de um banco de questões na EJA terá como base o Exame Nacional para Certificação de Competências de Jovens e Adultos (Encceja) e o Exame Nacional de Ensino Médio (Enem).

“A certificação é fundamental para o ingresso de alunos de EJA no mercado de trabalho e precisa ter o mesmo caráter contínuo da matrícula na modalidade. Por isso, o banco de itens facilitará o processo de seleção, com agendamento de provas e emissão de certificação”, ressaltou.
De acordo com Maria Valéria, o banco deverá conter cerca de cinco mil itens, com a possibilidade de gerar mais de 25 mil combinação de provas diferentes.

Cada coordenadoria foi representada por um coordenador e um professor de EJA de um componente curricular no processo de construção da matriz de referência. No próximo dia 8, um novo encontro pretende dar continuidade ao processo de elaboração do documento.

Agência Alagoas

Author Description

Bccom Comunicação

Sem Comentários ainda.

Participe do debate