Após seis anos, mercado público de Penedo é reaberto e entregue a população

O arquiteto italiano Giovanni Luigi Giuseppe Lucarini deixou sua marca em Alagoas em vários prédios. Na capital, o Palácio Floriano Peixoto, o Teatro Deodoro, o Palácio da Intendência e o antigo prédio do Tribunal de Justiça. E em Penedo, o secular Theatro Sete de Setembro, o prédio que abriga à Rádio AM São Francisco e o imponente Mercado Público de Penedo, que após seis anos fechado, foi entregue a população.

A beleza arquitetônica do prédio chama a atenção no Centro Histórico de Penedo, entre o Theatro Sete de Setembro e o palacete que abriga a Caixa Econômica. E agora, reaberto, passa a contribuir com a geração de emprego e renda da população e a cidade ganha mais um atrativo turístico.

“Estamos muito felizes com este dia. A sua reforma iniciou na minha então primeira gestão, após uma parte do telhado oferecer risco. E a administração anterior protelou durante quatro anos a sua reabertura. E agora, estamos entregando este belo prédio totalmente recuperado. Ganham os turistas e o comércio de Penedo. A cidade recebe mais um atrativo, que também vai gerar economia ao ambulantes. Este é o primeiro passo para a requalificação urbanista do Centro Histórico de Penedo”, comemorou o prefeito Marcius Beltrão.

O Mercado Público de Penedo conta agora com cinco ilhas, divididos por produtos, entre praça de alimentação, artesanato, vestuário, bijuterias e importados. Além de 19 lojas externas e 95 boxes internos, doados aos permissionários que foram retirados das ruas de Penedo, como medida integrante da requalificação, contemplada no Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) das Cidades Históricas.

“Esta é uma grande conquista para os comerciantes da nossa cidade. Os boxes estão sendo doados para eles, que iram pagar apenas a taxa de administração. Todos vão deixar às ruas e passar a comercializar dentro de um ambiente seguro, confortável, com banheiros, uma total infraestrutura. Peço que tomem conta do que é de vocês, preservem o Mercado Público de Penedo”, concluiu o chefe do Executivo penedense.

Requalificação

A reabertura do Mercado Público de Penedo, após seis anos, é o primeiro passo para a requalificação do Centro Histórico de Penedo. Toda a área ocupada por ambulantes está sendo liberada e alguns foram relocados para o mercado. A reurbanização do Centro foi contemplada com recursos do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) das Cidades Históricas. Onde a cidade vai receber mais de R$ 20 milhões. E as obras começam a partir de 2014.

Na região do prédio  vão acontecer quatro intervenções que fazem parte programa federal: Restauração do Teatro Sete de Setembro; Restauração do Casarão da Biblioteca de Penedo; Implantação do Museu de Lapinhas e Religiosidade – Igreja de São Gonçalo; Requalificação urbanística do Largo de São Gonçalo (Requalificação urbana do centro comercial, com embutimento de toda a fiação e retirada de postes, além da construção do calçadão na Avenida Floriano Peixoto).

Estiveram presentes na solenidade, além do prefeito de Penedo, Marcius Beltrão, o vice, Ronaldo Lopes, o Superintendente do IPHAN/AL, o arquiteto Mario Aloisio Barreto Melo, o presidente da Câmara de Vereadores de Penedo, Alcides Andrade Neto e vários secretários municipais.

Assessoria

Descrição do autor

Bccom Comunicação

Ainda não há comentários.

Participe da conversa