Polícia Civil economiza R$ 671 mil com processo de pregões

A Polícia Civil de Alagoas vem adotando uma série de procedimentos administrativos que buscam a excelência de gestão, sempre tendo como foco a modernidade, a produtividade, a competência e a transparência. A constatação dessa realidade pode ser observada nas atividades da Comissão Permanente de Licitação (CPL) que, por sua atuação, orientação da atual direção e, em conjunto com as demais diretorias e gerências da instituição, conseguiu uma economia de R$ 671.654,78, somente em 2013.

O delegado-geral Paulo Cerqueira ressaltou que cada real economizado é de extrema importância, uma vez que, segundo ele, as dificuldades precisam ser resolvidas. “Aliás, essa é uma determinação que recebemos do governador Teotonio Vilela Filho, que adota a mesma política em seu governo”, diz o delegado-geral.

Paulo Cerqueira colocou como foco incrementar a contratação e aquisição de bens e serviços da Polícia Civil, por meio de pregões. “O sistema dá mais transparência aos procedimentos licitatórios e possibilita uma economia bem significativa”, afirma ele.

O processo de pregões permitiu, em alguns casos, economia que girou em torno de 100%. Isso ocorreu, por exemplo, na compra de material de expediente (97,23%), material de construção (80,53%) e garrafas térmicas (119,11%).

O chefe do Núcleo de Licitações, Patterson Cabral, adianta que, essa nova prática, fez com que, inclusive, as locações de imóveis da instituição fossem também feitas por meio de pregões. Foi o caso, por exemplo, dos imóveis onde funcionam atualmente a Delegacia de Homicídios (DH) e do 7º Distrito da Capital. “Para ter ideia dos avanços, basta dizer que em 2012 foram realizados 13 pregões e este ano o número subiu para 35”, salientou Cabral.

A finalização dos processos licitatórios da nova sede da DRE/Deic (Diretoria de Recursos Especiais/Diretoria Especial de Investigação e Capturas) passaram pela Comissão Permanente de Licitação (CPL) da Polícia Civil, o mesmo ocorrendo com os convênios relativos à instituição, assinados com a Secretaria Nacional de Segurança Pública (Senasp).

Este ano, foram realizados ainda processos licitatórios para a aquisição de viaturas, microcomputadores, mobiliário, equipamentos de proteção individual, eletrodomésticos, pneus, condicionadores de ar, serviços de internet, dentre outros. A economia também permitiu que a PC fizesse melhorias estruturais em delegacias como a Central de Flagrantes, Regional de Matriz do Camaragibe, Palmeira dos Índios e outras.

A CPL avançou também com a parceria firmada junto à Amgesp (Agência de Modernização da Gestão de Processos) para aquisição de bens e serviços por meio da adesão a atas de registro de preços da referida agência.

“A transparência é uma marca do governo de Alagoas e tem sido também um compromisso de nossa gestão”, concluiu o delegado-geral Paulo Cerqueira. Ele enfatizou ainda que muitas ações estão sendo planejadas para o próximo ano, a exemplo do Departamento de Homicídios, de Repressão ao Narcotráfico entre outras.

Agência Alagoas

Descrição do autor

Bccom Comunicação

Ainda não há comentários.

Participe da conversa