Inaugurações de fábricas marcam o desenvolvimento industrial em 2013

Com 87 novas fábricas e mais de 100 mil vagas de emprego geradas ao longo desse Governo, o setor industrial vem se reafirmando como um forte aliado no desenvolvimento de Alagoas. A representação de 25,2% do valor adicionado do PIB de 2011, que cresceu 6,7% em relação a 2010, é mais um indício de sua importância, e já anuncia o seu desempenho nos anos seguintes.

A inauguração da fábrica de módulos do Consórcio Tomé-Ferrostaal, a primeira unidade da Bauducco no Nordeste e o lançamento da pedra fundamental da cerâmica Portobello são alguns dos destaques do segmento em 2013.

Ainda no primeiro semestre deste ano, Alagoas fincou seu lugar na rota da indústria naval com a inauguração do consórcio Tomé-Ferrostal, no Porto de Maceió.   O empreendimento teve investimento aproximado de US$ 1 bilhão e gerou 1.800 empregos ao disponibilizar 18 módulos de processo para as seis primeiras plataformas de exploração do pré-sal para a Petrobras.

“Demos um grande passo com a vinda da Tomé-Ferrostaal para Alagoas, porque já é um tipo de atuação diferenciada nesse setor. Estimulada da devida forma, enxergamos nela o que precisamos para a construção de uma cadeia produtiva metal mecânica”, disse o secretário de Estado de Planejamento e do Desenvolvimento Econômico, Luiz Otavio Gomes.

O setor alimentício recebeu com receptividade a nova integrante conhecida mundialmente. Foi em Rio Largo, numa área de 450 mil m², que a Bauducco decidiu instalar a quinta unidade fabril, a primeira do Nordeste. Com investimentos de R$ 60 milhões, a fábrica está gerando 100 empregos diretos, tendo a maioria da mão de obra de profissionais alagoanos.

O diferencial dessa instalação foi a qualificação ofertada pelo grupo aos novos contratados, na unidade de Extrema, Minas Gerais.  A indústria alagoana tem capacidade de produção de mais de 200 mil pacotes de biscoitos por dia e 400 toneladas mensais.

Este ano também marcou o início das construções da empresa de revestimentos cerâmicos Portobello. A área total do terreno da indústria compreende um milhão de m². Locada no Polo Multifabril José Aprígio Vilela, em Marechal Deodoro, o empreendimento conta com recursos de R$ 210 milhões e a geração de 1.000 empregos iniciais.

Com tecnologia e equipamentos de ponta, a implantação da nova fábrica segue um projeto que privilegia a produtividade e a sustentabilidade da unidade, voltada à otimização energética e o reaproveitamento dos resíduos produzidos no local, em uma central ecológica.

“A unidade aproveita os mercados em expansão do Nordeste, que hoje corresponde a 25% do mercado cerâmico nacional. A escolha por Alagoas apenas comprova o bom desempenho do nosso Estado no que diz respeito ao suporte e à eficiência que obtemos junto ao empresariado brasileiro”, disse o secretário Luiz Otavio Gomes.

O que está por vir – Com o investimento de maior impacto desse semestre, a GranBio será um dos novos empreendimentos voltados para a área de energia, e será inaugurada em fevereiro de 2014, em São Miguel dos Campos.  Vista como a primeira fábrica de etanol de segunda geração do hemisfério Sul, a unidade aporta R$400 milhões em investimentos, vai gerar 160 empregos diretos e tem a previsão de que sua capacidade de produção nominal gire em torno  de 82 milhões de litros de etanol por ano.

Outro empreendimento engatilhado para o início de 2014 é o esperado Call Center, da Almaviva do Brasil. Com investimentos de R$ 32 milhões e a possibilidade de gerar cinco mil empregos, a empresa prestará serviços de telemarketing e teleatendimento ativo e receptivo, a partir de um centro em Alagoas. O empreendimento será instalado numa área de 10 mil m², em Maceió, e é visto como uma grande oportunidade de primeiro emprego para diversos jovens do Estado. A inauguração está prevista para janeiro de 2014.

“Encerramos um ano com a consciência de que trabalhamos pelo melhor para Alagoas. Contrariando muitas perspectivas, injetamos diversidade em nosso quadro industrial e tudo isso só foi possível com muito planejamento e foco em resultados. Constatar isso nos deixa com ótimas expectativas para 2014. Esperamos continuar trazendo novas oportunidades para o nosso Estado, e contribuir ativamente para a melhoria dele”, concluiu Luiz Otavio Gomes.

Agencia Alagoas

Descrição do autor

Bccom Comunicação

Ainda não há comentários.

Participe da conversa